post

O que é desenvolvimento sustentável?

O que é desenvolvimento sustentável?

O desenvolvimento sustentável pode ser entendido como um padrão de consumo que tem por objetivo conservar os recursos ambientais e garantir a disponibilidade de certos elementos para as gerações futuras. O conceito envolve modelos estratégicos não só para manter as matérias-primas extraídas da natureza, mas também para diminuir ou eliminar os impactos ambientais causados por essa extração.

Recursos renováveis x Recursos não-renováveis

Existem certos recursos na natureza, que quando retirados, demoram muito tempo para se formarem novamente ou até mesmo não conseguem se renovar. Esses são os chamados recursos não-renováveis. O carvão e o petróleo são elementos que não se renovam naturalmente ou pela intervenção humana.

Também existem recursos naturais renováveis como as árvores, os animais e as plantas. No entanto, esses recursos não são considerados inesgotáveis, já que o seu uso também pode resultar em sua extinção da natureza. O vento e a luz do sol são recursos considerados renováveis de fluxo, pois não são diretamente afetados pela ação do homem nas práticas de exploração.

Medidas sustentáveis

Existem diferentes ações que podem ser aplicadas tanto pelo governo, quanto pela sociedade, capazes de garantir a médio e longo prazo um planeta mais sustentável e que permita melhores condições para o desenvolvimento de diversas formas de vida, inclusive a humana. Algumas das medidas sustentáveis são essas:

– Uso de fontes de energia limpas e renováveis (eólicas, geotérmica e hidráulica).

– Diminuição ou eliminação dos desmatamentos.

– Reflorestamento das áreas desmatadas para a exploração comercial.

– Preservação das áreas de proteção ambiental.

– Adoção de políticas de reciclagem e reaproveitamento do lixo.

– Fiscalização do governo aos atos de degradação do meio ambiente.

– Exploração dos recursos minerais (carvão, petróleo, minérios) de forma controlada e consciente.

– Diminuição da emissão de poluentes na atmosfera, como o uso reduzido de veículos e a aplicação de filtros em chaminés das fábricas.

Sem comentários

Deixe uma resposta