post

Dicas de estudo

Dicas de estudo

Conseguir concentrar-se e absorver o máximo do que foi estudado é uma tarefa que poucos dominam, principalmente nos dias atuais, em que vários agentes externos parecem clamar por nossa atenção. As redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas, por exemplo, são ferramentas extremamente funcionais, mas que se tornam perigosas quando usadas excessivamente na hora dos estudos.

A seguir, daremos algumas dicas que irão ajudá-lo a aproveitar ao máximo seu momento de estudo.
Dicas de estudo e organização
Para garantir a eficiência de seus estudos, é fundamental ter organização, principalmente do conteúdo que precisa ser estudado, do tempo de estudo e, até mesmo, na hora de anotar os pontos principais da matéria. Veja abaixo algumas dicas de como se organizar para conseguir melhorar seu aproveitamento:
Como estudar sozinho?
Muitas pessoas apresentam maior rendimento quando estudam com um professor ou mesmo com um colega. Entretanto, uma grande parcela dos alunos apresenta maior resultado quando estudam sozinhos. Assim como estudar em grupo, estudar sozinho necessita de muita dedicação, organização e concentração. Para isso, algumas ações são essenciais:

Escolher um local agradável e tranquilo de estudo.

Montar uma rotina adequada de estudos.

Evitar qualquer distração, como redes sociais. Uma dica é desligar todos os aparelhos eletrônicos.

Pedir para que as pessoas não o interrompam no momento de estudo.

Escolher uma técnica de estudo (mapas mentais, resumo, esquemas, entre outros).

Explicar o conteúdo para si mesmo.
Como se concentrar nos estudos
Concentrar nos estudos não é uma tarefa fácil, por isso, é necessário criar um ambiente propício para aprendizagem. Apesar de nem todas as pessoas serem iguais, algumas atitudes simples podem ajudá-lo a melhorar sua concentração nos estudos e a obter um melhor resultado. Veja algumas dicas a seguir:
Não utilize aparelhos eletrônicos durante os estudos. O melhor é deixá-los desligados para que se evite conferir as redes sociais.

Organize um local para estudo que seja confortável, arejado e bem iluminado. Também é importante deixar organizados os materiais necessários, como caneta, lápis, marca-texto, entre outros.
Divida o tempo em blocos de estudo e faça pausas entre um bloco e outro.

Evite, durante o estudo, ouvir músicas que contenham letras conhecidas, pois você poderá se distrair. Prefira, por exemplo, música clássica.

Tenha boas noites de sono.
Como estudar para prova?
Muitas pessoas apresentam dificuldade de estudar para exames. São comuns ainda os estudantes que só estudam na véspera da prova. Essa atitude, normalmente, não propicia um estudo eficiente, pois provoca aumento dos níveis de estresse e de pressão, por exemplo. Veja a seguir algumas dicas para estudar para provas:

Faça uma leitura do conteúdo da prova e identifique as partes nas quais você tem maior dificuldade.

Separe as matérias em partes que devem ser estudadas e faça um cronograma de estudo.

Separe um tempo para o estudo de cada parte do conteúdo e faça intervalos de tempos em tempos.

Escolha uma técnica de estudo (resumo, definição de conceitos-chave, esquemas, entre outros).

Tente explicar a matéria para si mesmo ou, se possível, para outra pessoa.

Resolva exercícios de diferentes níveis de dificuldade sobre o tema.

Evite distrações.

Em caso de dúvida, aprofunde sua pesquisa sobre o tema, consulte amigos ou peça ajuda a um professor.

Para ajudar na fixação de conceitos e fórmulas, por exemplo, faça lembretes e coloque-os em lugares estratégicos.

Revisar a matéria que foi vista durante o dia e evitar o acúmulo de conteúdos são importantes formas de melhorar seu rendimento no decorrer do ano.

Técnicas de estudo
Existem diferentes técnicas de estudo que podem ser utilizadas no dia a dia. Entre os principais métodos conhecidos, temos:

Mapas conceituais: diagramas que mostram as relações entre diferentes conceitos.

Esquemas: espécie de síntese do texto estudado, feito a partir do levantamento de suas partes principais. Muitos autores comparam um esquema a uma espécie de esqueleto do texto, que permite uma visão geral do assunto.

Sublinhar o texto: consiste em destacar, no material estudado, palavras ou expressões consideradas importantes. Para isso, o estudante deverá ler o parágrafo antes de sublinhá-lo para que tenha uma ideia clara do que precisa ser destacado.

Resumos: sintetização do material estudado. Nessa técnica, o estudante deverá, primeiramente, ler todo o texto para, posteriormente, resumi-lo.

Definição de conceitos-chave: identificação dos principais conceitos do capítulo e construção de pequenas definições.

Ao produzir esses materiais, os estudantes devem estar atentos a algumas dicas básicas:

Fazer as anotações sempre à mão.

Utilizar diversas cores para destacar as partes importantes do texto.

Fazer símbolos e desenhos para ajudar na fixação do conteúdo.

Fonte: Existem diferentes técnicas de estudo que podem ser utilizadas no dia a dia. Entre os principais métodos conhecidos, temos:

Mapas conceituais: diagramas que mostram as relações entre diferentes conceitos.

Esquemas: espécie de síntese do texto estudado, feito a partir do levantamento de suas partes principais. Muitos autores comparam um esquema a uma espécie de esqueleto do texto, que permite uma visão geral do assunto.

Sublinhar o texto: consiste em destacar, no material estudado, palavras ou expressões consideradas importantes. Para isso, o estudante deverá ler o parágrafo antes de sublinhá-lo para que tenha uma ideia clara do que precisa ser destacado.

Resumos: sintetização do material estudado. Nessa técnica, o estudante deverá, primeiramente, ler todo o texto para, posteriormente, resumi-lo.

Definição de conceitos-chave: identificação dos principais conceitos do capítulo e construção de pequenas definições.

Ao produzir esses materiais, os estudantes devem estar atentos a algumas dicas básicas:

Fazer as anotações sempre à mão.

Utilizar diversas cores para destacar as partes importantes do texto.

Fazer símbolos e desenhos para ajudar na fixação do conteúdo.

Sem comentários

Deixe uma resposta