Coordenadoras

Para realização de maneira satisfatória deste trabalho, optamos por atender as necessidades e dificuldades de nossos educandos individualmente, com a parceria dos pais, evitando constrangimentos em reuniões com todos os pais e professores, não atingindo os objetivos propostos e desperdiçando tempo.

Desta forma quando percebemos qualquer obstáculo na aprendizagem do nosso aluno, dialogamos com ele procurando superar tal deficiência e, caso a problemática persista ou se refira a ordem física ou psicológica, chamamos os pais, professores e equipe técnica responsável e em consenso encaminhamos para especialista da referida área, logrando êxito.

Estamos muito gratos a Deus pelos testemunhos de muitos pais e alunos, confirmando os tantos através deste trabalho como também pela ajuda espontânea de pais profissionais.

Recebemos com muito prazer a todos que nos procuram e desejam dar sua contribuição com sugestões de melhoria para o bom andamento da EPC.

Gislene Silva Rage Curvo
Coordenadora Ensino Fundamental II

 

“A escola é uma grande parceira da família e a família também é uma grande parceira da escola. Independente da ordem que se coloque, cada uma tem um papel fundamental na construção do saber. A família tem o papel de acolher a criança, promover individualização e pertencimento. A escola tem o papel de socializar o conhecimento e as relações.

Como mediadora do processo ensino aprendizagem a escola se pauta numa visão relacional permeada por vínculo afetivo, limites, autoestima na construção do conhecimento.

No processo educativo a coordenação pedagógica comparece como elo de ligação e suporte entre professor, aluno e família, visando sempre o desenvolvimento integral do educando.” (Pedagogia Afetiva- Rossini Maria Augusta Sanches)

Tânia de Souza Neves
Coordenadora Ensino Fudamental I

 

As crianças da Educação Infantil estão vivenciando com intensidade as descobertas e experiências que marcam a existência do ser humano.  Costumo dizer que nessa fase a educação deve estar sempre em movimento. Por natureza, as crianças estão continuamente em atividade e aprendem melhor partindo de experiências concretas. Assim elas descobrem, experimentam e dão sentido ao seu mundo. Quando estão fazendo isto, refazem as estruturas mentais que permitem tratar de informações cada vez mais complexas e isso torna possível a genuína aprendizagem, aquela que é significativa, estável e duradoura.

Assim, a Educação Infantil da EPC apresenta-se como um espaço de aprendizagem que propicia as mais variadas vivências e situações, oportunizando às crianças dessa faixa etária o estabelecimento de relações com o conhecimento sem perder a visão do eterno, promovendo auxilio a criança na formação de sua cosmovisão a partir de um ensino cristão. Dessa forma, a criança aprende que é um ser único e especial aos olhos de DEUS. Tudo isso sem perder de vista a formação acadêmica/cientifica, incentivando e instrumentalizando a criança para saber conhecer, ser, fazer e conviver.  Ou seja, todo saber necessário para o seu desenvolvimento.

Olívia Ferreira Bueno da Silva

Coordenadora Educação Infantil