post

Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?

Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?

Uma boa comunicação entre pais e filhos é um ponto de grande destaque na construção de uma relação saudável e traz muitos benefícios para todos os envolvidos.
Uma comunicação entre pais e filhos saudável e positiva tem influência, por exemplo, na educação destes, tornando mais fácil para estes compreender e refletir sobre o que lhes é transmitido, em vez de focar em ordens e obediência.

Além disso, a relação e a convivência da família também se tornam mais tranquilas, agradáveis e enriquecedoras, o que favorece o bem-estar de todos.

Pensando nesses pontos, podemos nos perguntar: como praticar uma comunicação saudável em família e criar hábitos para favorecê-la no dia a dia?

Buscando responder a esse questionamento, nos aprofundaremos um pouco mais sobre o assunto, trazendo algumas dicas que podem ajudar. Vamos lá?

Encontre um tempo para se dedicar
Na correria do cotidiano, em meio a tantos afazeres, pode parecer difícil manter uma boa comunicação entre pais e filhos. No entanto, existem formas alternativas para conciliar e gerar uma aproximação entre os mesmos. São hábitos e costumes que podem ser adquiridos e perpetuados dentro da rotina diária.

Um bom jeito de lidar com a correria do dia a dia é se organizando e procurando encaixar momentos para se dedicar melhor à comunicação com os filhos.

Pode ser em situações bem simples, como na hora do jantar ou no fim de semana, por exemplo. A ideia é utilizar o momento escolhido para se reunir com os filhos e conversar sobre qualquer assunto. O que vale é encontrar esse espaço na rotina, reconhecendo sua importância.

Estimule uma comunicação aberta e de confiança
O diálogo e a confiança são alguns dos principais componentes de uma boa comunicação. É importante deixar que os filhos se expressem verdadeiramente, assim como você pode ter franqueza e se abrir com eles sobre as mais diversas questões.

Ao nos abrirmos para o diálogo em família, conhecemos as necessidades e anseios do outro, o que nos permite nos reconhecermos também. Abrimos espaço para a construção de uma relação de confiança, na qual teremos a certeza de que temos um porto seguro para aportar diante das tristezas, mas também das alegrias da vida.

É recomendável que a comunicação seja bem clara e completa, para evitar dúvidas ou más interpretações.

Além disso, ouvir e considerar as características, ideias e opiniões de todos é de grande ajuda pois, assim, os filhos percebem que são valorizados. Para isso, os pais podem mostrar, por meio de conversas e atitudes, que estão atentos e que se importam com as particularidades de cada um.

Coloque-se no lugar dos filhos
Cada pessoa pensa de uma forma única e, por isso, é normal que a mesma informação possa ser compreendida de maneiras diferentes. Assim, um bom exercício de comunicação é tentar se colocar no lugar do outro e refletir sobre como ele pensaria ou se sentiria sobre determinada coisa, agindo com empatia. Isso pode ajudá-lo a encontrar suas melhores formas de se expressar.

Além disso, essa atitude também contribui para entender outros pontos de vista. Todos podem, assim, compreender melhor e valorizar mais os pensamentos e sentimentos uns dos outros, respeitando-se mutuamente.

Invista em uma comunicação positiva
Outra ideia é investir em positividade ao se comunicar com os filhos. Brigas, xingamentos e posições muito severas costumam impor medo e insegurança, o que pode gerar barreiras para a construção de uma relação aberta e de confiança, além de poder levar ao afastamento.

Educar é necessário e, às vezes, nesse processo, é preciso corrigir, mas a dica é buscar tranquilidade para fazer isso. Em vez de gritar, por exemplo, seria mais interessante se mostrar disponível para discutir, conversar, explicando claramente os motivos que levaram a essa repreensão, evidenciando que você está ali para ajudá-los no que for preciso.

Valorize pontos positivos
Também faz toda a diferença dar atenção aos aspectos positivos dos seus filhos. Você pode mostrar o quanto valoriza suas qualidades e ideias por meio de elogios e bons comentários, por exemplo.

Por fim, relembramos que a boa comunicação entre pais e filhos favorece a toda a família, proporcionando trocas de experiências e muito aprendizado para ambos os lados.

Fonte: https://escoladainteligencia.com.br/como-desenvolver-bons-habitos-de-comunicacao-entre-pais-e-filhos/

Sem comentários

Deixe uma resposta